Repositório SET

Impacto da localização o tumor sobre o estado nutricional em pacientes adultos: dados do inquérito brabsileiro de nutrição oncológica

DSpace/Manakin Repository

Show simple item record

dc.contributor.author BULDRINI, Camilla Cecatto
dc.contributor.author NASCIMENTO, Thanize Ellen Chaves
dc.contributor.editor GOMES, Jaqueline Fernandes
dc.contributor.editor LIMA, Airta Larissa Cerqueira
dc.date.accessioned 2019-11-19T15:49:40Z
dc.date.available 2019-11-19T15:49:40Z
dc.date.issued 2019-11-19
dc.identifier.uri http://openrit.grupotiradentes.com:8080/xmlui/handle/set/2864
dc.description.abstract A desnutrição é uma condição frequentemente encontrada no paciente oncológico e pode ser consequência do aumento da demanda nutricional do tumor, das alterações metabólicas ocasionadas pela enfermidade neoplásica e pelo tratamento. O objetivo do presente estudo foi descrever o impacto da localização do tumor sobre o estado nutricional em pacientes adultos oncológicos. Para tanto realizou-se um estudo descritivo, utilizando como fonte de dados o Inquérito Brasileiro de Nutrição Oncológica. A amostra total foi composta por 4.822 pacientes adultos e idosos, sendo considerados 3.425 adultos para o presente estudo. Em relação ao comportamento das alterações no peso dos pacientes, o mais prevalente foi a redução de peso, acometendo 42% da população avaliada. No que se refere aos sintomas do trato gastrintestinal, a odinofagia esteve presente na maioria dos pacientes (41%) e quanto a localização do tumor, os de cabeça e pescoço (esôfago – 80%), apresentaram maior relação com alterações na ingestão alimentar. A perda de peso foi mais prevalente nos cânceres do trato gastrointestinal (46%), cabeça e pescoço (44%) e pélvicos (42%). Mediante a Avaliação Subjetiva Global Produzida pelo Próprio Paciente (ASGPPP), observou-se que 30% dos pacientes apresentavam risco de desnutrição ou desnutrição moderada (estágio B). Quanto ao impacto da localização do tumor sobre o estado nutricional, os cânceres mais incidentes para o estágio B foram os de fígado, pâncreas e vias biliares (49%), estômago (46%), cavidade oral e esôfago (41%) e para o estágio C, os de esôfago (34%), cavidade oral (29%) e estomago (28%). Os resultados encontrados demonstraram que o maior impacto sobre o estado nutricional esteve relacionado aos tumores de cavidade oral, esôfago, estômago, fígado e pâncreas, uma vez que afetam a ingestão alimentar, digestão e absorção, processos do sistema digestório essenciais para manutenção do estado nutricional adequado. Diante disso, observa-se a necessidade de aprimoramento de mais políticas públicas voltadas para a prevenção dos diversos tipos de câncer e que visem garantia à assistência nutricional imediata e individualizada após o diagnóstico, principalmente dos tipos de tumores que apresentam piores prognósticos. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Câncer pt_BR
dc.subject Desnutrição pt_BR
dc.subject Estado nutricional pt_BR
dc.title Impacto da localização o tumor sobre o estado nutricional em pacientes adultos: dados do inquérito brabsileiro de nutrição oncológica pt_BR
dc.type Produção bibliográfica: Artigos completos publicados em periódicos pt_BR
dc.description.localpub Maceió: Centro Universitário Tiradentes - UNIT/ AL, 2016. pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account