Repositório SET

RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I E II NA CLÍNICA DE NEFROLOGIA DE SERGIPE (CLINESE)

DSpace/Manakin Repository

Show simple item record

dc.contributor.author SANTOS, Glecya Farias Cruz dos
dc.contributor.editor NASCIMENTO, Fernanda Silva
dc.date.accessioned 2019-09-13T10:35:44Z
dc.date.available 2019-09-13T10:35:44Z
dc.date.issued 2019-09-13
dc.identifier.uri http://openrit.grupotiradentes.com:8080/xmlui/handle/set/2642
dc.description.abstract O presente trabalho intitulado Relatório Final do Estágio Supervisionado I e II, tem como objetivo relatar as experiências do estágio supervisionado na Clínica de Nefrologia de Sergipe (CLINESE). A clínica fica localizada na Avenida Desembargador Maynard, nº 174, anexa à Fundação Beneficente Hospital Cirurgia (FBHC), com funcionamento de segunda a sábado das 07:00h às 22:00h e número de contato: (79) 3216-4800. O estágio teve supervisão de campo da Assistente social Ana Paula Carregosa Reis Vianna e na supervisão acadêmica a professora Fernanda Silva Nascimento, com carga horária de 400 horas. A instituição é responsável por oferecer aos portadores de doença renal crônica o tratamento dialítico, está inserida na rede particular de saúde e encontra-se vinculada à Política Nacional de Saúde. De acordo com as Diretrizes Curriculares do curso Serviço Social (Resolução nº 15 de 13 de março de 2002). [...] estágio supervisionado é uma atividade obrigatória que se configura a partir da inserção do aluno no espaço sócio institucional, objetivando capacitá-lo para o exercício profissional de campo, com base em planos de estágio elaborados em conjunto pelas unidades de ensino e organizações que oferecem estagio. (Resolução CFESS, nº 533) No estágio supervisionado I, a primeira etapa realizada foi conhecer a instituição, seu histórico, objetivo, a estrutura organizacional, serviços prestados, programas desenvolvidos, a origem e atuação do Assistente Social. Após o estudo, foi realizada a análise da Política Setorial, em seguida foi elaborado o diagnóstico social onde se encontra o campo de estágio, a identificação do perfil do usuário da instituição e por último a elaboração do esboço do projeto de intervenção no Estágio II. Portanto, nota-se que é de extrema importância o processo de estágio supervisionado, unindo sempre a teoria e a prática de maneira a possibilitar um melhor aprendizado para a vida acadêmica. Burriola (2001) diz que estágio é campo de tratamento, espaço de aprendizagem do fazer concreto do serviço social. Sendo assim, relatando a experiência do estágio supervisionado I, seguindo o Código de Ética do Assistente Social, a política setorial, o perfil do usuário, diagnóstico institucional e social com objetivo de identificar as fragilidades e as demandas da instituição. Já no estágio II inicia-se a elaboração e a implementação do projeto de intervenção Transplante Renal: Compartilhando Informações, onde foram realizadas palestras com médico especialista na área e com a estagiária de Serviço Social sobre o processo de inscrição na lista de transplante. Diante do que foi vivenciado é possível perceber o quanto a teoria e a prática estão atreladas, através das observações e experiências em campo. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Relatório de estágio pt_BR
dc.subject Serviço social pt_BR
dc.subject CLINESE pt_BR
dc.subject Clinica de nefrologia de Sergipe pt_BR
dc.subject Relatório de estágio I e II pt_BR
dc.title RELATÓRIO FINAL DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I E II NA CLÍNICA DE NEFROLOGIA DE SERGIPE (CLINESE) pt_BR
dc.type Produção técnica: Relatório de pesquisa pt_BR
dc.description.localpub ARACAJU pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account