Repositório SET

A SAÚDE DO TRABALHADOR NAS CONVENÇÕES DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO

DSpace/Manakin Repository

Show simple item record

dc.contributor.author SANTOS, Maria Adriana Vieira
dc.contributor.editor ROBERTI, Eduardo Torres
dc.date.accessioned 2019-06-25T03:40:52Z
dc.date.available 2019-06-25T03:40:52Z
dc.date.issued 2019-06-25
dc.identifier.uri http://openrit.grupotiradentes.com:8080/xmlui/handle/set/2444
dc.description.abstract O presente artigo tem como finalidade analisar a responsabilidade, diversas vezes não atribuída aos empregadores que admitem funcionários para realizar atividades insalubres a luz da Organização Internacional do Trabalho (OIT). Inicialmente, faz-se necessário deslindar o conceito da OIT de forma simples, considerando sua notável evolução até os dias atuais. Consequentemente faremos um minucioso apanhado acerca da Convenção nº 155. Posteriormente abrangeremos o tema insalubridade, examinando sua definição ao mesmo tempo em que apontamos quais atividades são julgadas insalubres. Isto posto, nos aprofundaremos na responsabilidade civil dos empregadores nestas atividades consideradas insalubres, explanando meios de obstar danos a saúde do empregado, na medida em que exploramos os consensos jurisprudenciais. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Trabalhador pt_BR
dc.subject Insalubridade pt_BR
dc.subject Responsabilidade Civil pt_BR
dc.subject Convenções Internacionais pt_BR
dc.title A SAÚDE DO TRABALHADOR NAS CONVENÇÕES DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO pt_BR
dc.type Trabalhos finais e parciais de curso: Trabalhos de conclusão de Graduação pt_BR
dc.description.localpub Aracaju pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account