Repositório SET

Mad (wo)men: o gênero no imaginário social da cultura americana

DSpace/Manakin Repository

Show simple item record

dc.contributor.author SANTOS, Benjamin Vanderlei dos
dc.contributor.author PEREIRA, Jesana Batista
dc.contributor.author MENDES JR., Walcler de Lima
dc.date.accessioned 2021-02-24T09:26:04Z
dc.date.available 2021-02-24T09:26:04Z
dc.date.issued 2019-02-01
dc.identifier.uri http://openrit.grupotiradentes.com:8080/xmlui/handle/set/3866
dc.description.abstract Masculino. Feminino. Homem. Mulher. Mesmo com os avanços crescentes no que se refere à equidade de gênero, o modelo binário que separa homens e mulheres como polos opostos e categoricamente diferentes ainda domina as relações sociais. Entendendo a importância de contribuir para o debate no que se refere à essas questões, esta dissertação tem como objeto de pesquisa o seriado Mad Men como espaço imaginário da sociedade americana, no qual as relações de gênero permeiam toda a narrativa. Através das propostas epistemológicas de Gilbert Durand acerca das estruturas antropológicas do Imaginário e as concepções de cinema de Edgar Morin, tem por objetivo compreender como o imaginário social americano se encontra enredado no seriado a partir das relações de gênero. O caminho metodológico utilizado foi a mitocrítica de Durand, operacionalizada através de uma etnografia do imaginário. Etnografia tomada enquanto uma formulação teórico-prática que guiou os caminhos percorridos na narrativa de Mad Men. O primeiro capítulo, trata de uma revisão bibliográfica para compreender quais os campos disciplinares e sob quais ópticas se têm tomado o objeto de pesquisa desta dissertação, como eles têm delineado e interpretado este objeto, e quais os resultados que tais pesquisas apresentam formando uma base teórica para o diálogo interdisciplinar. No segundo capítulo, consolido a metodologia através da conversa entre dois constructos: o Imaginário e a Etnografia, evidenciando esta última como uma formulação teórico-prática. No terceiro capítulo, desenvolvo uma análise de como as produções audiovisuais foram essenciais para a consolidação do mito do “sonho americano” e como as questões de gênero foram importantes para essa consolidação. No quarto capítulo, analiso como a estrutura narrativa de Mad Men encena os polos masculinos e femininos e com qual imaginário sua narratividade opera com os temas enredados. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Mad men pt_BR
dc.subject Gênero pt_BR
dc.subject Mitocrítica pt_BR
dc.title Mad (wo)men: o gênero no imaginário social da cultura americana pt_BR
dc.type Trabalhos finais e parciais de curso: Dissertações de Mestrado (defendida e aprovada por banca especializada) pt_BR
dc.description.localpub Dissertação (Mestrado em Sociedade, tecnologias e políticas públicas) - Centro Universitário Tiradentes UNIT/AL, 2019. pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account