Repositório SET

Análise microbiológica da água no município de São Miguel dos Campos, Alagoas

DSpace/Manakin Repository

Show simple item record

dc.contributor.author COSTA, Isabelle do Nascimento
dc.contributor.author ALBUQUERQUE, Maria Vitória Rocha de
dc.contributor.editor ARAÚJO, Maria Anilda dos Santos
dc.date.accessioned 2020-12-15T15:28:28Z
dc.date.available 2020-12-15T15:28:28Z
dc.date.issued 2020-12-15
dc.identifier.uri http://openrit.grupotiradentes.com:8080/xmlui/handle/set/3611
dc.description.abstract Cerca de 70% do corpo humano é constituído de água, sendo assim indispensável para a existência dos seres vivos. Quando se encontra em condições inadequadas ao consumo humano, a água atua como um meio de veiculação de doenças. A água que é considerada potável não deve comportar microrganismos patógenos e deve estar isenta de bactérias indicadoras de contaminação fecal, onde os indicadores deste tipo de contaminação são considerados como bactérias de referência do grupo coliforme. A presente pesquisa teve como objetivo avaliar o nível de contaminação microbiológica da água que sai das torneiras das residências no município de São Miguel dos Campos, Alagoas, identificando os diferentes microrganismos presentes e seu nível de patogenicidade. Após assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE) pelos moradores, foram realizadas as coletas das águas. Para coleta de 100mL da amostra, foi realizada a assepsia das torneiras com álcool a 70%, deixando a água escoar por 1 minuto. As amostras foram coletadas em coletores estéreis, identificadas, colocadas em isopor com gelo e encaminhadas ao laboratório para serem processadas. A análise qualitativa e quantitativa de Coliformes Totais e Escherichia coli se deu através do substrato Aquateste Coli-ONPG MUG, com posterior isolamento de mesófilos utilizando os meios seletivos: Ágar Macconkey e Ágar Eosina Azul de Metileno. Das 20 amostras, oito (40%) se encontraram positivas para presença de Coliformes Totais, havendo produção de gás e turvação na maioria dos tubos, realizada através da técnica dos tubos múltiplos (NMP), sendo classificadas como impróprias para o consumo humano. Através da identificação foi realizada em meio Rugai com Lisina (IAL), foi detectada a presença de bactérias como Shigella, Proteus e Escherichia. As águas analisadas se encontraram acima dos padrões microbiológicos estabelecidos pela Portaria nº 2.914/11 do Ministério da Saúde. O tratamento ineficaz e possíveis vazamentos nas tubulações de distribuição da água potável são causas prováveis dessa contaminação. É de extrema importância a conscientização da população dos possíveis riscos que essas águas contaminadas podem acarretar. pt_BR
dc.language.iso pt_BR pt_BR
dc.subject Água potável pt_BR
dc.subject Saúde pt_BR
dc.subject Infecção pt_BR
dc.title Análise microbiológica da água no município de São Miguel dos Campos, Alagoas pt_BR
dc.type Produção bibliográfica: Artigos completos publicados em periódicos pt_BR
dc.description.localpub Maceió: Centro Universitário Tiradentes - UNIT/ AL, 2019. pt_BR


Files in this item

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search DSpace


Advanced Search

Browse

My Account